Questões de História e Geografia de Rondônia

1. (FCC – 2010 – SEFIN-RO – Auditor Fiscal de Tributos Estaduais) Com o título Rondônia – Um estado atípico, o site da Imprensa Oficial de Rondônia apresenta as principais etapas da história do estado. A escolha desse título vem do fato de que, diferentemente do que ocorreu em outros estados da Amazônia, em Rondônia:

a) as ondas de ocupação agrícola e povoamento irradiaram- se na direção Norte-Sul e não Leste-Oeste.

b) as principais correntes de povoamento acompanharam a rodovia BR-364 e não os cursos dos rios.

c) não existiam grupos indígenas durante ou após o período de colonização nem após esse período.

d) os migrantes que ocuparam o estado desde o século XIX são predominantemente nordestinos.

e) a base econômica sempre esteve atrelada à produção agropecuária e não ao extrativismo.

2.(FCC – 2010 – SEFIN-RO – Auditor Fiscal de Tributos Estaduais) Considere as afirmações sobre o processo histórico de formação de Rondônia.

I. A partir das últimas décadas do século XIX o espaço rondoniense foi ocupado por seringueiros e outros grupos extrativistas que não propiciavam a criação de adensamentos populacionais significativos.

II. Na década de 1940, por pressão dos habitantes da região de Porto Velho, Getúlio Vargas ordenou a criação do Território Federal de Guaporé, resultado do desmembramento dos estados do Amazonas, Acre e Mato Grosso.

III. Entre 1910 e 1940, a instalação de um sistema de comunicação telegráfica atraiu mão de obra de migrantes que foi se fixando e formando pequenos povoamentos, principalmente nos postos telegráficos que ofereciam melhores condições de infraestrutura e comunicações.

IV. Na década de 1980, a criação e a instalação do Projeto Calha Norte, pelos governos militares, deu grande impulso ao povoamento de Rondônia.

Está correto APENAS o que se afirma em:

a) II e III.

b) II e IV.

c) I e II.

d) I e III.

e) I e IV.

3. (CESGRANRIO – 2008 – TJ – RO – Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Desenvolvimento) As discussões em torno das obras da hidrelétrica de Santo Antônio – a primeira do complexo hidroviário e hidrelétrico no Rio Madeira, em Rondônia, permitem refletir sobre a necessidade de crescimento econômico e os danos que isso pode provocar ao meio ambiente. Sobre estes fatos, é correto afirmar que:

a) os danos que este projeto provoca ao meio ambiente podem levar a uma intervenção norte-americana na região, sob o argumento de desrespeito ao Protocolo de Kioto.

b) os maiores danos que o projeto causará serão relacionados aos monumentos que constituem o patrimônio histórico, já que a aldeia de Santo Antônio foi a primeira do atual Estado de Rondônia.

c) a construção de eclusas e barragens necessárias ao projeto implicará maior dimensão dos impactos ambientais, dos problemas sociais e do desmatamento na Amazônia, apesar da grande malha hidrográfica e da necessidade de modernização econômica da Amazônia Ocidental.

d) a implantação de projetos desse porte na rede hidrográfica da Amazônia ocidental facilitará o escoamento e o transporte de produtos agropecuários da região, contendo o avanço da fronteira agrícola e os conflitos fundiários em direção a Rondônia.

e) a presença de elevado potencial hidrelétrico e a recente demanda urbano-industrial da Amazônia Ocidental influenciaram a alteração na matriz energética brasileira, cuja principal característica é o estímulo ao transporte de cargas via rede fluvial.

4.(CESGRANRIO – 2008 – TJ – RO – Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Desenvolvimento) As tentativas de construção da Estrada de Ferro Madeira- Mamoré foram muitas durante o século XIX, porém somente com a assinatura do Tratado de Petrópolis, em 1903, a obra foi finalmente incrementada. Em 1912, concluía-se a ferrovia cuja saga da construção havia se iniciado em 1872. Sobre a saga da construção, assinale a afirmativa correta.

a) Os ataques indígenas aos acampamentos e as doenças tropicais que dizimavam os trabalhadores somaram-se à dificuldade de transpor as regiões de mata fechada e rios encachoeirados.

b) O capital utilizado foi exclusivamente nacional, o que explica os diversos períodos de paralisação da obra pela dificuldade de investimento, consequência de períodos críticos da economia nacional.

c) A construção da Estrada de Ferro Madeira-Mamoré interrompeu o processo de integração regional em curso na época, já que deslocou para a obra contingentes militares empenhados no desbravamento da Amazônia.

d) A Bolívia dificultou a obra criando obstáculos diversos, desde o simples não-cumprimento dos trâmites legais até a ocupação militar do Acre, em 1899.

e) A maior parte da mão-de-obra utilizada na construção da ferrovia constituiu-se de indígenas apresados, provocando extermínio da população nativa ao longo do trajeto da ferrovia.

5. (CESGRANRIO – 2008 – TJ – RO – Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Desenvolvimento) A abertura do eixo viário BR-364 trouxe para Rondônia um aumento em seu crescimento populacional, colocando um fim ao isolamento rodoviário do Estado em relação às demais regiões do país. Entretanto, a partir de 1980,

a) os problemas provenientes do caos urbano pelo afluxo da população desempregada de Brasília, Cuiabá e Goiânia cresceram.

b) os garimpeiros, através da extração de cassiterita, estimularam a presença de grupos multinacionais que preservaram antigos núcleos coloniais.

c) a estrada, ao contrário do previsto, representou para os trabalhadores locais uma via de saída para as grandes capitais do Sudeste.

d) a colonização foi acelerada com a vinda de migrantes nordestinos como mão-de-obra para os seringais da Amazônia.

e) a concentração fundiária expulsou os pequenos agricultores das melhores terras, situadas nas proximidades das vias de circulação, provocando, assim, zonas de tensão. (X)

6.(CESGRANRIO – 2008 – TJ – RO – Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Desenvolvimento) A história da ocupação luso-brasileira na Amazônia e, em especial, no Estado de Rondônia remonta ao começo do século XVIII, a partir da descoberta de grandes jazidas de ouro. Essas descobertas

a) levaram ao desmembramento da antiga capitania de Mato Grosso, cuja porção ocidental passou a se denominar capitania de Rondônia.

b) criaram núcleos isolados de povoamento com uma população de negros escravos para o trabalho nas jazidas recém-descobertas.

c) deslocaram, de outras regiões da Amazônia, escravos alforriados que viam na garimpagem possibilidades de se estabelecerem em terras disponibilizadas pela Coroa Portuguesa.

d) atraíram mineradores vindos de Cuiabá, que migraram para a região, criando os primeiros povoados do vale do Guaporé.

e) atraíram para a região padres missionários, únicas pessoas autorizadas pela Coroa Portuguesa a controlar a extração dos metais preciosos.

7.(CESGRANRIO – 2008 – TJ – RO – Analista Judiciário – Análise de Sistemas – Desenvolvimento) O Real Forte Príncipe da Beira foi inaugurado em 20 de agosto de 1783 e constitui hoje o mais antigo monumento histórico de Rondônia. A construção do Forte obedeceu aos seguintes objetivos da Coroa Portuguesa:

I – defender as fronteiras portuguesas dos confrontos contra os espanhóis;

II – pacificar os movimentos nativistas e emancipacionistas que ocorriam na Amazônia;

III – intensificar a atividade comercial ao longo dos rios Guaporé, Mamoré e Madeira;

IV – fixar como territórios portugueses as terras ao longo do rio Amazonas.

Estão corretas as afirmativas:

a) I e II, apenas.

b) I e III, apenas.

c) II e III, apenas.

d) II e IV, apenas.

e) I, II, III e IV.

8.(CESGRANRIO – 2007 – TCE – RO – Analista de Informática)“Para reajustar o organismo político às necessidades econômicas de o país garantir as medidas apontadas, não se oferecia outra alternativa além da que foi tomada, instaurando- se um regime forte, de paz, de justiça e de trabalho.”

FENELON, Dea. Proclamação de Getúlio Vargas in 50 Textos da História do Brasil. SP: Hucitec, 1974, p. 159.

Com esta proclamação, irradiada por todo o país, Getúlio Vargas anunciava o Estado Novo.

Assinale, dentre as opções abaixo, a que caracteriza a repercussão dessa ditadura implantada na região amazônica, em especial, no Território Federal do Guaporé.

a) Todas as decisões políticas referentes ao território eram tomadas pelo Presidente da República e pelo Ministério da Defesa.

b) Os prefeitos dos municípios e os deputados federais eram eleitos por sufrágio universal direto.

c) O Ministério do Interior era o único responsável pela administração da região da Estrada de Ferro Madeira- Mamoré, enquanto ao governador cabia a administração do restante do Território.

d) Os funcionários públicos, denominados cutubas, eram nomeados pelo governo federal, através do voto indireto do colégio eleitoral.

e) O governador era nomeado pelo Presidente da República, não existindo Poder Legislativo em âmbito estadual ou municipal.

9. (CESGRANRIO – 2007 – TCE – RO – Analista de Informática) Sobre o crescimento populacional de Rondônia, pode-se afirmar que:

I – nas décadas de 70 e 80 do século XX, o aumento da população coincidiu com o programa de colonização implantado pelo INCRA;

II – as políticas agrícolas implementadas no final do século XX aceleraram a urbanização no Estado de Rondônia;

III – logo após as duas guerras mundiais, muitos europeus decidiram deixar o continente arrasado e iniciar uma nova vida na América, especificamente no Estado de Rondônia;

IV – a presença de um sistema integrado de transporte, criado a partir da construção da BR-364, integrando a Amazônia ao Centro-Sul, facilitou a mobilidade espacial da população em direção a Rondônia.

Estão corretas, apenas, as afirmativas:

a) I e II

b) II e III

c) III e IV

d) I, II e III

e) I, II e IV

Leia o texto abaixo para responder a questão de nº 10

A Região Norte do Brasil sempre teve sua economia marcada pelo extrativismo vegetal e, pelas próprias condições socioespaciais, pela utilização da mão-de-obra indígena. Contudo, no início do século XX, duas mudanças são sentidas: o aparecimento de uma mão-de-obra não indígena e a queda da borracha no mercado internacional.

10.(CESGRANRIO – 2007 – TCE – RO – Analista de Informática) Apesar da queda sofrida pela produção amazônica da borracha, um novo surto de exportação acontece em terras amazônicas nos anos 40 do século XX. Assinale a opção que explica corretamente o fato citado.

a) O trabalho era coletivo, o que beneficiava os investimentos no abastecimento dos seringais e na comercialização do produto.

b) A criação das reservas extrativistas comunitárias facilitou a sustentabilidade do uso dos recursos naturais, o que acarretou o aumento da produção de látex.

c) A descoberta do processo de vulcanização da borracha, em meados do século XX, aumentou a demanda de matéria-prima, não suprida pela produção da Malásia.

d) A entrada dos EUA na 2ª Guerra Mundial desviou os esforços da produção norte-americana da borracha para a indústria bélica, o que levou o Brasil a retomar seu lugar nas exportações.

e) Com os seringais da Malásia nas mãos dos japoneses, os norte-americanos passaram, por determinação dos Acordos de Washington, a reativar a exploração e o fornecimento da borracha para as suas indústrias.

 

About these ads

Deixe um comentário

Arquivado em Questões de Informática

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s